Pesquisa: Outras

O Grupo de Estudos em Economia Industrial (GEEIN) teve apoio de importantes intituições de pesquisas, entre elas, se destacaram a Finep e o IPEA.

O Grupo começou a trabalhar em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) em 2002, no projeto "Diretório da Pesquisa Privada".
O objetivo do Diretório da Pesquisa Privada era proceder a um conjunto de análises sobre os recursos e os resultados das atividades de pesquisa e desenvolvimento e de inovação num conjunto diversificado de setores (ou subsetores, segmentos) de atividade econômica. A pesquisa baseava-se portanto em informações qualitativas e quantitativas coletadas em entrevistas em empresas e instituições. O Diretório da Pesquisa Privada (DPP) foi concebido como um sistema de informação auxiliar da definição e implementação das políticas brasileiras de desenvolvimento científico, tecnológico e inovativo. O objetivo do Diretório foi subsidiar a reflexão e auxiliar a tomada de decisões pelos organismos nacionais de fomento, sobretudo a FINEP e o MCT, propiciando uma alocação mais eficiente dos recursos e financiamento e o alcance de resultados mais efetivos e vigorosos. O Portal DPP fez parte integrante deste projeto, que concebeu a ciência, tecnologia e inovação como alavancas do desenvolvimento brasileiro, e representou um instrumento valioso de interação entre a FINEP e um conjunto amplo e plural de pesquisadores universitários.

Já, o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), órgão vinculado ao Ministério do Planejamento e Gestão, teve um papel fundamental para a ampliação e difusão dos trabalhos do GEEIN ao encomendar a pesquisa “Limites e Possibilidades do Brasil nas Configurações Produtivas Globalizadas”. Esta atividade, desenvolvida entre 1999 e 2000, teve o objetivo de examinar as cadeias produtivas brasileiras de Frutas Frescas, Siderurgia, Petroquímica e Software e a inserção destes segmentos em âmbito global.